X
Menu

Por que os relacionamentos não duram hoje em dia?

Por que os relacionamentos não duram hoje em dia?

Por que os relacionamentos não duram hoje em dia?

Nosso planeta está cada dia mais superpopuloso e, com toda essa agitação e aglomeração, muitas pessoas sofrem com a solidão. E o pior: mesmo estando acompanhados, muitos se sentem solitários, depressivos e às vezes buscam caminhos que podem acabar com suas vidas (drogas, alcoolismo e outros suportes emocionais destruidores).

Festas faraônicas encantadoras, realizando sonhos, seguidas de divórcios em menos de um ano têm se tornado algo muito natural na sociedade. Será que os relacionamentos de hoje têm sido puramente jogos de interesses ou servem somente para a realização de um sonho ou um capricho de um ego imaturo? O casamente sempre foi uma instituição divina e sonho de muitos, mas tem deixado de ser nos últimos tempos.

Uma pesquisa realizada pelo IBGE revelou que, em 2011, os divórcios cresceram mais de 40% em menos de um ano. Foi recorde no Brasil, desde 1984. Também foi revelado pela pesquisa que esse número estrondoso de divórcios tem explicação: a grande vilã foi uma mudança feita na Constituição Federal em 2010, que reduziu para três anos o tempo transcorrido para sentenciar divórcios.

Tudo bem que a Constituição favoreceu o divórcio, então ninguém mais é obrigado a continuar em um relacionamento indesejado e conviver com quem não quer mais. Mas qual é a razão de as pessoas não se entenderem e não se quererem mais em tão pouco tempo de convivência? O que está acontecendo com os relacionamentos de hoje? Por que duram tão pouco?

Hoje, os tempos mudaram e tudo está mais fácil. Será que as pessoas ficam insatisfeitas em pouco tempo e se valem da possibilidade de trocar de parceiros quando querem? Será que as pessoas não se importam mais com os sentimentos umas das outras? Estamos vivendo um momento em que somos descartáveis.

Será que é a influência do mundo virtual, do mundo contemporâneo, o estresse do dia a dia, a pressão do cotidiano? Ou o medo de ficar só faz com que as pessoas se agarrem num piscar de olhos a relacionamentos baseados em sentimentos superficiais e atração puramente física e que por isso acabam se esgotando rapidamente?

É exatamente no meio desse turbilhão de conflitos que precisamos dar um passo para trás e tentar resgatar aquele ser que deseja ser verdadeiramente amado e que quer amar.

E como lidar com todos esses conflitos, com essa “moda” de casar hoje e descasar amanhã? Nossa mente é sem sombra de dúvidas uma das partes mais poderosas e frágeis que temos, e se não aprendermos a educá-la, para que ela assuma realmente o comando, com certeza vamos ficar no mundo dos descartáveis, da solidão e da depressão…

 

Eva Ramalho, Psicanalista e Reiki Master

Especialista em relacionamentos, desbloqueio da sexualidade, falta de libido, disfunções sexuais, Reiki e cursos.

Atendimento individual ou casal com hora marcada.

Telefones: (11) 3885-7147 ou 99146-4022. Também por WhatsApp ou Skype.

Consultório próximo ao metrô Paraíso.

Share

admin

 

Deixe uma resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *